Home » América do Sul » Brasil » Santa Catarina » O que fazer em Balneário Camboriú: Sol, Beto Carrero e Água Fresca!
Praia das Laranjeiras
Praia das Laranjeiras

O que fazer em Balneário Camboriú: Sol, Beto Carrero e Água Fresca!

Balneário Camboriú é com certeza a cidade ostentação entre as quais passei em minha viagem pelo sul, com grandes prédios seguindo toda orla, pessoas estilosas e carros imponentes por todo canto.

Um contraste único entre os prédios da cidade com o mar, céu e natureza que é difícil de ser visto, alvo de ataques de muitos, mas que também conta com seu charme.

Veja os posts anteriores:

A cidade de Balneário Camboriú

Balneário com certeza tem uma organização interessante em sua parte central que torna praticamente impossível de um turista se perder. São 4 avenidas que vão de uma ponta a outra, cortadas por ruas que não têm nomes próprios, mas sim números.

Os nomes das ruas seguem em ordem crescente do 100 até quase 5000, dessa maneira é extremamente fácil andar pela cidade sem se perder, basta saber a rua que você quer ir e seguir por uma das avenidas em ordem crescente ou decrescente.

Chegar ao endereço do banco ou a um bar, em uma cidade totalmente desconhecida e sem precisar olhar o celular a cada esquina nunca foi tão fácil. Por isso, chegando lá é só passear sem nenhuma preocupação.

Pontos turísticos

Teleférico - Balneário
Do alto do teleférico

Balneário também conta com uma linha turismo, bem menor que a de Curitiba obviamente, mas suficiente para andar pelos principais pontos da cidade: barra sul, barra norte e o teleférico.

Os principais atrativos são o teleférico que vai até a praia das laranjeiras, tentando ser similar ao bondinho do Rio de Janeiro, o passeio do navio pirata e o Cristo luz, também similar ao do Rio de Janeiro.

A cidade conta com diversos bares e baladas, a maioria de música sertaneja, algumas que inclusive já havia visto em São Paulo e Curitiba, uma espécie de franchise de baladas. Outro ponto são as baladas eletrônicas de Itajaí e Camboriú, acabei não conseguindo conhecer a Green Valley, fica para uma próxima.

Porém, o melhor mesmo são as praias, pelo menos é o que eu mais gosto.

A Orla

Ao andar pela orla de balneário é impossível não se surpreender com a quantidade de pessoas fazendo exercícios, caminhando ou correndo, isso, em qualquer horário do dia, bem diferente dos hábitos sedentários que estou acostumado a ver na minha cidade.

Vista da orla central em direção a barra sul
Vista da orla central em direção a barra sul
Mar de Balneário Camboriú
Mar de Balneário Camboriú

O dia estava muito bonito por lá e pude ter uma gosta excelente da cidade. A orla é composta pela praia central, a barra norte e a barra sul.

A barra norte conta com um caminho muito bonito entre mar, pedras e mata até uma praia mais isolada chamada praia do canto.

Barra norte - Balneário
Barra norte
Barra norte - Balneário
Barra norte – Balneário

A barra Sul é o local de saída do teleférico e do navio pirata. Lá também está o deck que é usado pelos pescadores no período da noite.

 

Barra Sul de Balneário Camboriú
Barra Sul de Balneário Camboriú
Barra Sul de Balneário Camboriú
Barra Sul de Balneário Camboriú

Praia de laranjeiras

Do outro lado da montanha e do teleférico está a praia de laranjeiras. Considerada uma das mais belas praias de balneário é uma visão bastante diferente da orla central, sem prédios, apenas alguns restaurantes, lojas e casas de pescadores.

Água é bastante calma, e com um dia gostoso desse o mergulho foi tudo de bom.

Praia das Laranjeiras
Praia das Laranjeiras
Praia das Laranjeiras
Praia das Laranjeiras

Indo ao Beto Carreiro World

Aproveitando minha estadia em balneário e deixando o lado criança aparecer, decidi ir ao parque do Beto Carreiro, fora de época é consideravelmente mais vazio, então um dia seria mais que suficiente. Há a possibilidade de comprar ingresso para dois dias, mas não vi necessidade e acertei.

Entrada do Parque Beto Carrero
Entrada do Parque Beto Carrero

O parque

O parque é gigantesco e comparável ao Hopi-Hari, principal parque de São Paulo, no que diz respeito aos brinquedos. A montanha russa de ponta cabeça para minha infelicidade estava fechada.

Para quem gosta de brinquedos para dar aquele friozinho na barriga, há boas opções como a montanha russa convencional e a torre, há brinquedos de sobra para crianças também.

Eu no brinquedo
Eu no brinquedo

Zoo

Dentro do parque há um zoológico com diversos animais que ocupa um espaço considerável. Tigres, leões, girafas e outros animais povoam a área que me impressionou bastante, não esperava tanta coisa de um zoológico dentro de um parque temático.

Shows

Outro diferencial do parque são os shows voltados para crianças, bem elaborados e divertidos, quando meu sobrinho tiver idade suficiente com certeza irei levá-lo.

Os shows são:

Excalibur: conta a história do rei Arthur em uma ótima encenação com cavaleiros, efeitos especiais e um clima medieval

Velozes e furiosos: show de manobras e acrobacias de carros, motos e até mesmo um caminhão.

Circus Madagascar: mistura de curvo e musical voltado para crianças com os personagens do filme. Tudo bastante colorido com acrobatas e manobras de bike ao fundo

Blum: show artístico de acrobacias e trapézio de tirar o fôlego, muito bonito e ideal para quem gosta desse tipo de espetáculo.

O sonho do cowboy: último show em homenagem ao criador do parque é musical de faroeste americano muito bem produzido.

Um dia cansativo e divertido, que mostrou-se ótimo para fazer amizades no parque, uma vez que estava viajando sozinho.

Dicas em Balneário Camboriú

  1. Normalmente os preços para passeios nas agências é melhor do que nas hospedagens, questão de pesquisa, há dezenas de agências de turismo.
  2. Os restaurantes mais baratos estão ali pela avenida brasil com a rua 3.000, alguns deles não aceitam cartões.
  3. Algumas lojas fecham na hora do almoço
  4. O teleférico é em torno de 40,00 L, por isso prepare o bolso
  5. É possível ir para praia de laranjeiras com o ônibus de linha, basta perguntar para o pessoal da hospedagem
  6. Os restaurantes da praia de laranjeiras são mais caros, mas têm pratos típicos dos mares

Essa foi a passagem por Balneário Camboriu, penúltima cidade de minha viagem. No próximo post vou falar sobre a linda e inesquecível Florianópolis.

Sobre Nilo Luz

Freelancer na área de marketing digital e apaixonado por viajar pelo Brasil e pelo mundo. Entusiasta em nomadismo digital, já morei na Austrália e conheci um canguru, já dei banho nos elefantes resgatados de maus tratos na Taiândia, comi massa e pizza na Itália e bebi vinho do porto em Portugal entre outras coisas durante minhas viagens, mas a mais importante é conhecer um pouco da cultura de cada local e outros viajantes, e aprender no processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *