Home » Dicas » 3 dicas para ter companhia de viagem
Couchsurfing English Conversation Group

3 dicas para ter companhia de viagem

Muitas pessoas têm receio de viajar sozinhas, mas já têm destino certo e a vontade de viajar. Por isso fizemos esse post para mostrar três formas de conhecer pessoas que podem ser companhia de viagem ou apenas de uma noite para beber junto enquanto está viajando. Aproveitem!

1 – Grupos e foruns de viagem

Já durante a participação nos grupos de viagem,grupo você pode fazer amizade com pessoas que já foram pro mesmo destino ou até mesmo que moram na cidade pra onde você vai. Recomendo muito a participação nos grupos do Facebook: Companhia para viajar e Mulheres que viajam sozinhas.

Um belo dia uma moça aleatória do segundo grupo me adicionou no Face e mandou uma mensagem dizendo que estava vindo pra minha cidade natal, Santos, e que gostaria de companhia pra passear, pois vinha sozinha e era sua estreia no mundo das viagens. Fiquei surpresa pelo contato e pela escolha da cidade, mas ela me explicou que estava combinando uma viagem ao Nordeste com uma garota santista e estava indo também para conhece-la, pois as famílias 3dicas2de ambas estavam desconfiadas uma da outra. A situação me pareceu engraçada e minha mãe estranhou eu estar saindo pra encontrar uma pessoa que eu nunca tinha visto na vida e só conversado um pouco pela internet. Arrisquei e passei uma tarde maravilhosa com a Lorraine, redescobrindo mais da minha cidade. Ela também encontrou sua futura companheira de viagem e as duas aproveitaram muito Salvador juntas.

Esses grupos ajudam a fazer amizades até na sua própria cidade e dão mais confiança pra quem não quer viajar realmente sozinho. Converse bastante com a pessoa antes de encontra-la e, se for possível, leve alguém com você porque gente doida e aproveitadora existe em qualquer lugar do mundo. Para conhecer gente e ler relatos de viagem, cadastre-se no site www.mochileiros.com

 

2 – Couchsurfing

O Couchsurfing surgiu para que houvesse uma troca de hospedagens sem cobrança de nenhuma das partes. Eu me cadastrei no site há uns bons anos, mas na época nem imaginava que um dia poderia viajar sozinha por aí, então nem acessava. Hoje eu digo que esse site mudou a minha vida, o que não é exagero, e eu explico o porquê. CS-logo

Além da hospedagem, são organizados muitos eventos, principalmente nas grandes cidades. Eu, como moradora de São Paulo, um dia me deu na cabeça de aparecer em um desses encontros semanais, chamados de meetings. Em um bar discreto na Rua Augusta todas as terças pessoas desconhecidas se reúnem para conversar, beber, conhecer novas pessoas, reencontrar velhos amigos, ajudar gringos perdidos e praticar uma língua estrangeira.

Muita gente estranha quando eu explico como funcionam os encontros do Couchsurfing porque o desconhecido pode nos assustar. Na verdade é bem simples, só chegar, se identificar, receber uma etiqueta com seu nome e ser cara de pau para conversar com as pessoas. O que une a maioria dos CSers é a paixao por viajar, então o que não faltam são incentivos de gente que saiu por aí sem destino, ou com destino e sem dinheiro ou com os dois e ostentou na viagem. Mesmo que você não queira se hospedar na casa dos outros, os meetings do CS podem te ajudar tanto pra aguentar a rotina na sua cidade quanto para enriquecer suas viagens.

3dicas6

Hoje eu posso dizer que conheci pessoas ali que se tornaram grandes amigos, com algumas só passei uma ótima tarde junto e nunca mais vi, enquanto outras eu prefiro nem encontrar na rua. Colocando tudo na balança, o saldo é mais do que positivo: já viajei com pessoas de lá, morei junto, já dei risada até chorar, já chorei e fui consolada, já arranjei emprego, já passei duas semanas saindo todas as noites porque não tinha como dizer não aos eventos e já tive a melhor festa de aniversário só com pessoas do CS.

Se quiser participar, é por sua conta e risco: www.couchsurfing.org

3 – Hostels, hostels, hostels!

Pra quem não sabe o que é, recomendo ler esse post: www.tripness.net/o-que-e-hostel/

Eu sou filha única e sempre tive horror a dividir quarto em repúblicas, mas na hora de 3dicas3realizar o grande sonho da casa própria da grande viagem pra Europa, eu pensei que não haveria problema em me hospedar em hostel, já que eu queria economizar. Confesso que fiz isso apenas em parte da viagem porque estava com medo, mas só essa primeira experiência foi suficiente para perceber que eu estava no lugar certo. O hostel organizava pequenos tours de um dia só e neles eu fazia amizade facilmente tanto com outras pessoas viajando sozinhas quanto com grupos.

Depois, comecei a frequentar hostels no Brasil e aí já acabei com aquela história de que viajar no Brasil é caro. Tanto aqui como em qualquer lugar, o custo da viagem depende das escolhas que você faz. A hospedagem em hostel começa pela economia sim, mas você continua indo mesmo quando tem um dinheirinho sobrando porque sabe que lá será mais divertido. Para quem vai em casal e quer privacidade, muitos deles oferecem quartos privados. Muitos hostels também são bares ou restaurantes, o que significa que você pode ficar de olho na programação deles na sua cidade e participar das festas pra conhecer gente nova.

Para pesquisa de hostels, recomendamos: www.tripadvisor.com.br

E você, já teve alguma experiência boa com os grupos de viagem ou com o Couchsurfing? Conte pra gente nos comentários 🙂

Keep traveling!

Sobre Beatriz Lima

Beatriz Lima tem 24 anos, nasceu em Santos e é apaixonada por viagens. Com um mês de idade foi levada pra primeira e desde então já viajou pra mais de cem cidades no Brasil e no mundo e agora quer ajudar outras pessoas a conhecerem o mundo. Formada em Letras, dá aulas de inglês e gosta de ler, escrever, sair e conhecer pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *